Postagens mais lidas

Studio na Colab55
Os homens tem obrigação de bancar a paternidade apoiando de todas as formas possíveis (emocional, física, financeira) a partir do momento que se descobre a gravidez. A obrigação de criar o filho é dos dois, mas a mulher não tem escolha sobre bancar ou não.Logo no primeiro mês de gravidez...

Sobre representatividade e criação dos filhos pretos

Somos 75% da população carcerária. Somos 61% dos dependentes químicos. Somos 54% de mulheres violentadas. Somos 73% dos jovens assassinados. Somos 70% da classe pobre. Toda essa porcentagem de desigualdade racial corrobora sim com a nossa cabeça, mas profundamente para a nossa saúde mental. Fomos ensinadas a sermos silenciadas e invisibilizadas e ouso a afirmar que...

Um corpo a serviço de outro

Rosa olhou para os meus seios e quis fazer um carinho. Percebi a saudade do mamá e comentei com ela:- Era aqui no peito da mamãe que você mamava, né, filha?- Aham, meu.- Seu, não. Da mamãe. Mas acabou o leite, né?- Cabô leite. Comprar mais.Eu me acabei de rir...

Os pais unicórnios e a carga mental materna: Uma conta que não zera

Interessante que quando fizemos a publicação de dia dos pais ilustrando o que seria o real papel de pai, apareceu muito unicórnio que vestiu a roupa de super pai, deu check em cada imagem e mostrou pra toda sua rede social que eram pais presentes, aqueles acima da média. Ficamos...

Livre demanda: "livre" pra quem?

Calma. Primeiro preciso deixar uma coisa clara pra quem só vai ler o primeiro parágrafo: sou a favor da livre demanda sim, até certo ponto. Meu filho mamou Leite Materno em Livre Demanda até 1 ano e 7 meses e foi ok pra mim, foi a nossa escolha. Acredito eu...

A maternidade solo que não deixa a gente beijar na boca

foto: Fernando SouzaA gente fala muito por aí que a maternidade é solitária. Muitas vezes deixamos várias facetas de nós mesmas para escanteio. Deixamos passar oportunidades, amores, vivências. Quando a gente é mãe solo, muitas vezes a faceta mulher fica ainda mais de lado. Nossos desejos, nossa procura, nosso tesão, nossa curtição...

Re-descobrir-se, é disso que o desejo trata

Eu queria casar com o pai da minha filha. Quase lhe pedi de joelhos a sua mão em casamento, e ele me explica de formas legíveis e ininteligíveis, que a nossa relação acabaria se concretizássemos o ritual. Ele dizia que não acreditava em casamentos, que podíamos fazer uma festa, mas que...

A invisibilidade das mães de crianças atípicas

Eu sempre li na internet que “as crianças se desenvolvem naturalmente, não precisam de muita estimulação” e entendo que isso preserva as crianças de certa ansiedade da família por querer que o bebê engatinhe aos seis meses, ande com um ano e por aí vai. Eis que aos cinco meses...

Contato

Quem Somos

Quem Somos

Ser mãe não nos define.
Ser mãe é apenas mais um dos aspectos das nossas vidas.
Acima de tudo somos todas MULHERES.
Aqui Sororidade é verbo, empoderamento é travesseiro, empatia é cobertor e Amor é sangue nas veias.

Saiba mais AQUI

No Facebook

Parceiro

Postagens recentes

    More

    Não vou sentir saudade daquele recém nascido

    Ser mãe em yorubá

    Bora? - De 1 a 3 de setembro

    Três vezes quase